Como pensar e praticar uma educação que vai além dos espaços físicos internos da escola foi o mote da oficina básica de Design Thinking realizada no Rio de Janeiro

 

CelRioA terceira edição da oficina na capital carioca aconteceu no dia 5 de agosto, no Centro Educacional da Lagoa, parceiro na cessão do espaço. Facilitado por Bruna Nunes, coordenadora de projetos e articulação no Rio de Janeiro, os participantes tiveram como mote a chamada “educação extramuros”, ou seja, como podemos pensar uma prática educadora que valorize e incentive formatos que vão além dos muros da escola?

As personas estruturadas no momento da Descoberta focaram em alunos, professores e coordenadores, considerados os principais atores que se relacionam com o tema. A ideia girou em torno do desafio de como a escola pode aproveitar equipamentos culturais públicos para planejar e realizar atividades de aprendizagem que normalmente são feitas somente em sala de aula.

Dentre os protótipos desenvolvidos na oficina, um evento a ser organizado no Parque Lage com a participação direta da comunidade para a concepção e desenvolvimento, e também para que possam  compreender a importância da ocupação dos locais públicos como parte do desenvolvimento cidadão.

Ver fotos aqui

%d blogueiros gostam disto: