Unifesp sedia I Congresso Internacional e Interuniversitário de Combate à Pobreza no Mundo; educação foi um dos destaques

A diretora-executiva do Educadigital, Priscila Gonsales, fez um resgate dos Objetivos do Milênio da ONU, que terminaram em 2015, no qual a educação para todos era uma meta. E ressaltou que o novo compromisso firmado para os próximos 15 anos, até 2030, denominado 17 Objetivos para o Desenvolvimento Sustentável, agora soma mais desafios e ressalta a qualidade na educação. Priscila apresentou também um diagrama do Fórum Econômico Mundial que apresenta uma lista de habilidades necessárias no atual contexto da cultura digital, isto é, uma inteligência digital. São elas:

  • Identidade Digital: a capacidade de criar e gerenciar sua identidade on-line e sua reputação.
  • Uso Digital: a capacidade de usar aparelhos e suportes digitais, incluindo a capacidade de estabelecer um equilíbrio saudável entre a vida on-line e off-line.
  • Risco Digital: a capacidade de evitar ou limitar os riscos on-line (por exemplo, cyberbullying, radicalização), bem como conteúdo problemático (por exemplo, a violência e obscenidade).
  • Segurança Digital: a capacidade de detectar ameaças virtuais (por exemplo pirataria, fraudes, malware), para entender as melhores práticas e de usar ferramentas de segurança adequadas para a protecção de dados.
  • Inteligência Digital Emocional: a capacidade de ser compreensivo e construir boas relações com outros internautas.
  • Inteligência de Comunicação: a capacidade de se comunicar e colaborar com outros internautas usando tecnologias e mídias digitais.
  • Letramento Digital: a capacidade de encontrar, avaliar, utilizar, compartilhar e criar conteúdo, bem como a competência em pensamento computacional.
  • Direitos Digitais: a capacidade de compreender e defender os direitos individuais e coletivos, principalmente os direitos à privacidade, propriedade intelectual, a liberdade de expressão e proteção de discurso de ódio.

Ver apresentação completa:

%d blogueiros gostam disto: