debora-workshop cgi

Foto: Reinaldo Canato

Protagonismo, autoria, uso consciente da Internet, segurança, exposição e privacidade foram alguns dos temas trazidos por especialistas durante o Workshop “Impactos da Exposição de Crianças e Adolescentes na Internet”, promovido pelo Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br) e Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br) em parceria com a SaferNet, no dia 18 de setembro, em São Paulo.

Débora Sebriam, coordenadora de projetos do IED, integrou o segundo painel do evento juntamente com a pesquisadora Drica Guzzi da Escola do Futuro e Karolyne Utomi do NIC.br e que trouxe a tona os desafios de integrar tecnologias no processo de ensino e aprendizagem.

Sebriam trouxe a perspectiva do protagonismo na escola e em sala de aula, destacando a necessidade mudar a dinâmica na sala de aula com novas abordagens e metodologias para ter um aluno autor e um professor desafiador. Segundo ela, precisamos hackear a escola, precisamos de um professor com um jeito hacker de ser! Uma ideia inspirada pelo professor Nelson Pretto da UFBA e uma característica importante da educação aberta. Ela também destaca as habilidades que fazem parte da inteligência digital e deveriam permear a incorporação de tecnologia na escola. Essas habilidades estão distribuídas em três níveis: a cidadania digital, a criatividade e o empreendedorismo. Drica Guzzi trouxe reflexões sobre mediação de uso e conteúdo por parte dos pais, sem que para isso ajam de forma autoritária e moralizadora; também falou sobre a importância da participação dos alunos no dia a dia da escola e sobre como esse espaço deve ser de experimentação e preparação para a vida.

Os vídeos com todas as apresentações do Workshop estão disponíveis no canal do NIC.br no YouTube, confira abaixo:

 

%d blogueiros gostam disto: