Uso de licenças abertas como as do Creative Commons e possibilidades de compartilhamento de produções de professores e alunos foram tema da formação

 

IMG_20170130_161313_684A Escola da Vila, em São Paulo, uma das instituições mais reconhecidas por seu trabalho de formação docente e de uso de metodologias pedagógicas disruptivas, focada na autoria e na experiência concreta de seus estudantes, está organizando um repositório de REA (Recursos Educacionais Abertos).

Segundo Helena Mendonça, coordenadora de tecnologia educacional, a ideia é possibilitar que os professores compreendam a importância de compartilhar o conhecimento que produzimos internamente com toda a sociedade. “Nossos materiais podem ser úteis e inspirar outras escolas”, ressaltou.

Por isso, no dia 30 de janeiro, antes do início do ano letivo, Priscila Gonsales e Débora Sebriam estiveram na escola para facilitar uma oficina sobre educação aberta com professores de diferentes disciplinas. “Compreender o contexto da cultura digital e como ele se relaciona com a concepção de educação aberta é um dos pontos iniciais das atividades”, explicou Débora.

Os participantes tiveram a oportunidade de simular usos de licenças em produções distintas e refletir sobre compatibilidade 20170130_160937dessas produções caso quisessem usar os materiais uns dos outros. Além disso, criaram um mural de possibilidades de conteúdos produzidos pela escola em diversas mídias que já poderiam se tornar um recurso aberto.

Veja mais fotos da formação aqui.

Priscila Gonsales
Co-founder and director na Instituto Educadigital
Priscila Gonsales
%d blogueiros gostam disto: