Por Priscila Gonsales

iniciativaVocê já ouviu falar em “mentoria”? O termo vem sendo muito utilizado ultimamente no mundo das startups —um modelo de empresa que surge a partir de uma ideia nova transformada em negócio. Para poder impulsionar esse negócio, gerando valor aos futuros possíveis usuários e, consequentemente, lucro para a própria startup, algumas ações são fundamentais, dentre elas, a mentoria.

Podemos definir mentoria como uma relação de troca temporária na qual uma pessoa que é especialista ou tem mais experiência em determinado campo de atuação orienta outra pessoa interessada em receber informações, aconselhamento, sugestões e dicas de conduta.

As startups começaram a ganhar força com a popularização da internet no final dos anos 90 e algumas se transformaram em empresas gigantes conhecidas mundialmente, como Google e Facebook. As áreas mais requisitadas para mentoria nas startups são finanças, administração, marketing e, mais recentemente, “soft skills” — o nome dado para o que em educação chamamos de habilidades socioemocionais.

Mas não foram as startups que inventaram a mentoria, elas apenas estão contribuindo para disseminar o conceito na atualidade. No livro Odisseia, de Homero, uma das obras clássicas da Grécia Antiga, o sábio Mentor recebe do rei Ulisses a missão de dar suporte e orientação ao príncipe Telêmaco durante sua ausência. Tempos depois, Mentor parte com Telêmaco em uma jornada inspiradora em busca do rei.

A figura do mentor ou mentora também aparece no Monomito (Jornada do herói), como um arquétipo que dá subsídios e referências para que o herói possa escolher o próprio caminho. Basta lembrar de personagens de diversos obras famosas, como o Yoda, de Star Wars; Grilo Falante, do Pinóquio; Fada Madrinha, da Cinderela; Dumbledore, de Harry Potter, e muitos outros.

Mentoria para e entre educadores

No contexto da educação, espera-se que a mentoria aconteça desde sempre na relação educador-educando, mesmo quando ela não é assim denominada, já que incentivar, valorizar e inspirar são atributos de bons mentores.

Mas será que os educadores se consideram mentores? E se os educadores pudessem, também, receber mentorias que os apoiassem em seu próprio processo de desenvolvimento pessoal e profissional?

Ainda são bem raras as formações docentes pautadas no autoconhecimento e no aprimoramento de relações interpessoais para uma melhor convivência entre os diversos atores da comunidade escolar. A prioridade é sempre ofertar um conhecimento técnico específico ou uma metodologia de ensino.

Há claramente uma lacuna a ser preenchida aí. Hoje há uma demanda forte em relação ao trabalho com habilidades socioemocionais com os alunos, mas e com os educadores? Apenas ensinar os professores a como ensinar a desenvolver tais habilidades nos alunos, por meio de “planos de aula”, certamente será inócuo.

Educadores precisam de mentores, pois carecem de escuta, valorização e incentivo. A mentoria pode oferecer um sistema de apoio que ajude o educador a desenvolver-se intelecto e emocionalmente de forma constante. Favorece, ainda, a reflexão sobre identidade e reconhecimento de seu papel como autor.

No entanto, é fundamental que haja no processo de mentoria um compartilhar de entusiasmos, uma ação recíproca, isto é, a convicção de que ambos os envolvidos são professores e aprendizes. Para quem oferece, a mentoria é desafiante, pois deve inspirar sem criar dependência.

No Instituto Educadigital, vamos iniciar o projeto de Mentoria on-line coletiva, o ConexãoIED, que tem como mote a“Educação para o Desenvolvimento Humano em uma Sociedade em Constante Transformação”. Por meio de webinars ao vivo, com interação por chat, e na sequência, um fórum para conversas aprofundadas, teremos mentores e mentoras convidados para um compartilhar de experiências em 4 áreas foco, como mostra a mandala: 

Infografico_Conexao

Cada Mentoria on-line será organizada em “jornadas temáticas” que vão fomentar perguntas e não trazer respostas.

Participe do webinar de lançamento do projeto, no dia 15 de maio, às 20h. É gratuito, basta se inscrever aqui.

Priscila Gonsales
Co-founder and director na Instituto Educadigital
Priscila Gonsales
%d blogueiros gostam disto: